Menu
  • A super transformação do banheiro da Eva

    banheiro

  • Passo a passo: Como fazer caixotes!

    caixote topo2

Em 27.01.2015

Commidas na Casa!

Semana passada a Ana mandou um email com algumas das novidades que iam acontecer aqui no #ACQMVQ. Novos temas e colunistas com notícias fresquinhas para seus ávidos leitores, sendo eu um deles.

Vendo que um dos assuntos era alimentação, resolvi meter a colher em blog de marido e mulher…. e aqui estou!

Peço licença para entrar nessa casa que acompanho a construção há tanto tempo! Grande honra e responsabilidade. Prazer, eu sou Alessandra lá do blog Commidas.com

O Commidas.com é um blog feito a 4 mãos, por mim e por Marcelo (meu tudão).

Ele já foi designer gráfico e largou tudo pelas panelas: Trabalhou em escola de gastronomia, em cozinha de bistrô natural, chefiou equipe grande de rotisseria e trabalhou em restaurante famoso….mas se deu conta que adora ser o chef da cozinha de casa, fazer pequenas produções com ingredientes de qualidade e ensinar cada um a descobrir o prazer de ser independente na cozinha.

E eu que continuo trabalhando como profissional de marketing mas que sempre amei experimentar coisas novas e diferentes (da alta ou da baixa gastronomia); entender a história por trás de um prato ou de um ingrediente e testar dietas e outras formas de se alimentar.

O principal objetivo ao criar o blog foi incentivar as pessoas a voltarem para cozinha e prepararem seu próprio alimento, sem receitas  - comida fresca e sem frescura!

Por aqui vou compartilhar dicas para:

1. evitar o desperdício

2. improvisar na cozinha

3. praticidades para o dia a dia na cozinha

E chega de blá blá blá sobre mim, e vamos a dica do dia:

1. DESINDUSTRIALIZE-SE

O processo de industrialização nos trouxe diversas praticidades: alimentos em caixinhas, latinhas e produtos que duram meses e às vezes até anos sem ter a menor alteração. Isso foi inegavelmente importante para vários setores produtivos, mas na alimentação!?!?!?  Meu Deus, se a natureza do alimento é apodecrer e decompor-se o que foi colocado dentro daquela embalagem para que ele dure tanto tempo, sem nenhuma alteração de cor, sabor e aroma?!?!?!

Por outro lado,  eu que também sou uma mulher moderna, com diversos compromissos, que trabalha, cuida da casa, do marido e dos pets; tem amigos e parentes e uma certa vida social – também queria uma varinha mágica que colocasse o jantar pronto em cima da mesa e a louça toda lavada na pia…. mas a cada dia percebo que quanto mais processada a comida mais danos ela me causa – cedo ou tarde (seria uma conspiração da indústria alimentícia com a indústria farmacêutica para dominar o planeta!?!).

E por via das dúvidas, cada vez mais busco por alternativas que deixem a mim e a minha família mais saudáveis, não é isso que realmente importa??

Então aqui vai uma dica para deixar para trás o uso de caldos processados: Produza o seu! O caldo de carne e o de frango podem ser um pouquinho mais trabalhosos, mas você saberá o que tem lá dentro e o seu tempero nunca será igual ao de ninguém, e isso é amor – não é?

 

CALDO CASEIRO

caldolegumes

Para preparar seu próprio caldo, sem regras e sem complicações, seguem algumas dicas:

  • Caldo de legumes: coloque os legumes que quiser, evite usar cascas (se não forem orgânicos) e legumes verde-escuros (tipo brócolis, jiló, couve), cubra com água
  • Caldo de frango/peixe: escalde as carcaças e ossos antes de cozinhar, use legumes também (cenoura, cebola, salsão), cubra com água
  • Caldo de carne: frite bem as aparas de carne e depois cubra-as com água, use legumes e um pouco de vinho tinto tempere a gosto: alho, pimenta, especiarias, vinho branco, ervas (pouco sal)
  • O que mais posso colocar? pimenta de cheiro, talos de cogumelo e cheiro verde, rodelas de limão/laranja, polpa de abóbora, raízes de alho poró e cebolinha,

> Tempo de cocção em fogo brando (sem ferver): legumes e peixes (0h30) / aves (1h30 )/ carnes (3h00)
>> Importante: caldos de aves, peixes e carnes devem ser congelados se não forem usados em até 3 dias. Caldos de legumes duram até 7 dias na geladeira
>>> Deixe um recipiente no freezer com as aparas de hortaliças: talos, sementes, restos de legumes que seriam descartados. Quando o recipiente estiver cheio produza o caldo, assim o desperdício será zero na sua cozinha!

Espero que seja útil!

1
Postado por Alessandra Ongaro
Alessandra Ongaro é casada com o Marcelo e juntos escrevem no blog Commidas.com, onde buscam incentivar os seus leitores a descobrirem o prazer de preparar uma comida fresca, fácil, sem desperdício e sobretudo saborosa. O casal passou um mês fazendo todas as refeições com apenas R$10,00 por dia e contam essa experiência através do blog e de um ebook cheio de dicas. Ale posta aqui sobre alimentação saudável e saborosa, pra toda a família.
Blog Commidas.com
Fanpage
Instagram: @com.midas

Em 26.01.2015

Decorando um pequeno banheiro

“Pequeno” é bondade, né? “Mini”, “micro”, “atochado” cairia melhor. O dito cujo tem menos de dois metros e meio de área. Os banheiros aqui do apê, sem dúvida, são os dois locais que se eu pudesse e meu dinheiro desse, botaria abaixo e faria de novo. As louças são feias, a pedra da bancada da pia então, nem se fala. A construtora nos entregou muito, mas muiiiito diferente do que havia prometido. Depois de reclamar várias vezes, desisti e eles só faltaram falar: “Entra pro time, fia” Depois de remoer esta mágoa dentro do meu ser, entendi que a solução deveria caber no bolso, encher os meus olhos e aliviar a dor no coração. #Dramaqueen.

Encuquei numa coisa: Nunca tive um ambiente só meu, tipo, só com uma decor bem feminina, delicada, romântica. Porque eu sou assim. Rá! Pegadjéénha do Malandro. E aqui em casa a divisão foi bem natural, a gente nem fez esforço: marido ficou com o banheiro social e eu com o do quarto. Ambos minúsculos. Olha a feiura do meu. Só havia uma prateleira já pintada com esmalte sintético em spray branco e o espelho ainda por pintar. O espelho antigo era retangular e velho, então comprei a moldura e fiz o reaproveitamento.

1

Decidi então, aplicar adesivo floral. Espelhos e prateleiras seriam de madeira. Fui comprando aos poucos com um precinho bem amigo em uma lojinha que jaz. Fechou. Comprei 4 metros de um contact bem grosso, com ótimo acabamento, cola forte e ainda sobrou. O floral foi perfeito, com uma mistura pastel de rosa, marrom e bege. Iria casar certinho com o que pensava fazer. Limpei a parede antes com um pano seco e um pouco de álcool pra tirar qualquer gordura. Mas eu, que até então, nunca havia aplicado um adesivo tão grande assim em uma parede, não subestimei o poder de uma parceira fundamental:

2

Mas é muito, muito bom usar uma espátula pra isso. Vai tirando as bolhas de ar, acertando o contato do adesivo com a superfície e o resultado é muito bom. Existem alguns tipos de espátula no mercado, com feltro inclusive, já indicados pra a aplicação de adesivos. Pois bem, apliquei tira por tira. O adesivo era vendido no rolo e largura era de 45cm. Logo, teria de fazer os encontros. Mas foi bem simples. Só busquei aplicar uma estampa complementando a outra e deixei as sobras nas extremidades e quinas maiores pra poder aparar certinho depois com um estilete.

3

E olha como os encontros ficaram discretos? Fui com o adesivo até a penúltima peça da cerâmica. Não fui até o chão pra evitar que o adesivo se desgaste na hora de lavar o banheiro. E também porque ficou meio escondido por conta da miudeza dele. Vocês vão ver este detalhe nas próximas fotos.

4

Depois disso, fui renovar as peças em madeira. Na moldura do espelho, crua, apliquei apenas um primer e em seguida esmalte sintético em spray. É bom que seja esmalte sintético, pois protege a madeira da umidade do lugar. E quanto menor o banheiro, mais vapor por ali. As que já estavam pintadas, reforcei o esmalte. No fundo de cada peça, apliquei a sobra de outro adesivo que tinha. Isso também é pra proteger a peça.

E um outro detalhe que daria um quê a mais ao banheiro, sem dúvida foi a colocação de moldurinhas de gesso e espelhos. Eles dariam a pitada retrô que o romantismo pedia. Já tinha delas em casa, parte foi presente de uma amiga e a outra eu comprei há uns dois anos. Ficavam guardadas na gaveta até chegar a melhor hora de serem usadas. Pintei todas elas com uma mistura de amarelo pele, uma pitada de rosa, outra de marrom. Era pra ficar com o tom do adesivo. Depois de seca, passei tinta dourada nos relevos.

5

E foi só isso, minha genten. Fiz muito pouco no banheirinho e adorei o resultado! A sobra do adesivo ainda foi pra caixinha de maquiagem.

6

O porta-papel e o porta-toalha já existiam há tempos e comprei aqui mesmo na cidade. O passarinho e a rosa branca só afirmaram ainda mais que o banheiro pedia um toque de romance e feminilidade.

10 (2)

11

Ainda ganhei mais ganchos pra pendurar acessórios e o que mais quiser.

7

Ah, antes que esqueça: instalei a prateleira com uma furadeira mesmo, mas no rejunte, entre a cerâmica. O espelho maior também foi assim. Acabou que foram as peças que decidiram qual a altura que iria instalar tudo. Os espelhinhos e molduras também foram presos com preguinhos nos encontro e fita banana das fortes e outros pontos.

9

Concluindo: vi que nenhuma construtora féla da mãe ia deixar o meu banheiro sem graça. Nem ela nem a grana curta foram motivos pra eu não fazer do meu canto, o melhor que ele pode ser. Tomara que vocês tenham gostado e ficado com vontade de melhorar o que tá xoxo por aí, viu?

Um beijo, gente querida!

 


Página 3 de 5111234567... 511Próximo

Conheça nossos produtos