No fim do dia depois de toda a correria, não há nada melhor do que deitar numa cama bem confortável para relaxar ao lado do maridão assistindo um bom seriado ou simplesmente se jogando nos braços de Morfeu. Então vamos falar de CAMA que é o que interessa  (Ainda mais pra uma mãe de dois pioios pequenos).

CHAMADA

Mas como escolher  o tipo de cama e colchão ideal? É preciso que vocês estejam munidos de boas informações. E vou te contar que não é uma tarefa tão fácil, são inúmeras variáveis: Colchão de espuma, de mola, com ou sem cabeceira, com ou sem base, densidades e por aí vai…

Vamos falar um pouco sobre cada um desses aspectos que envolvem a escolha da cama ideal e tentar elucidar um pouco esse assunto que para muitos é tão complicado!

01

As camas tradicionais são normalmente compostas de cabeceira, peseira, laterais e estrados, sobre os quais ficam os colchões.Os modelos mais incrementados ainda podem ser equipados com gavetas, baús e camas auxiliares.

O tamanho das camas tradicionais são definidos pelo tamanho do colchão, sendo geralmente um pouco maior do que estes na largura e comprimento.

Ao contrario das camas box, as camas tradicionais costumam ter estilos muito bem definidos deixando pouca margem para “customização” do modelo, sendo assim, a escolha do modelo deve estar bem alinhado ao conceito geral da decoração do quarto.

Um dos pontos onde há uma grande possibilidade da escolha é em relação ao tipo de colchão que será utilizado, podendo ser de mola ou espuma, e com inúmeras variações de densidade , das mais duras as mais macias, se adaptando a todos os perfis.

02

As camas Box são compostas de base e colchão, sendo que alguns modelos ainda podem contar com gavetas ou baús em sua base, mas diferente das camas tradicionais, esses acessórios não interferem nas dimensões totais da cama. Em planta, um conjunto de cama box ocupa o mesmo espaço que somente um colchão tradicional, o que é uma vantagem bem valorizada em tempos de espaços pequenos.

Outra vantagem bem relevante é a possibilidade de customização e adaptação na decoração. Por não possuir cabeceira fixa, vários modelos poderão ser utilizados de tempos em tempos de acordo com a decoração vigente no seu ambiente.

A opção mais barata de cama box costuma ser o modelo conjugado, que consiste em cama e base fixadas como uma só peça. Mas apesar dessa relevante vantagem de preço, leve em conta que não haverá a possibilidade de trocar somente o colchão quando este se desgastar, além disso, não existem modelos prontos de roupas de cama para este modelo de cama, sendo necessário fazer adaptações ou comprar sob medida.

03

 

Independente da escolha do tipo de cama, uma coisa é preciso ter em mente: O tamanho dos colchões. Confira na ilustração abaixo os tamanhos tradicionais e veja qual o que melhor se adapta ao tamanho que você precisa, levando em conta não só o seu próprio tamanho, como também o espaço disponível no seu ambiente:

04

Colchões de Espuma

Agora que você já está por dentro das dimensões tradicionais de colchões, vamos falar um pouco sobre os colchões de espuma e o que exatamente significa essa tal de “densidade”.

Resumindo de forma bem simplista, a densidade de um colchão é o qual “duro” ele é, e esse grau de dureza tem um impacto direto sobre o conforto dependendo do peso e altura de quem está sobre ele. Resumindo, quanto mais pesado for a pessoa, mais denso deverá ser o colchão para suportar de forma confortável esse peso, isso é claro, levando em conta a forma como esse peso está distribuído sobre a cama (Altura).

Observe na tabela abaixo qual é densidade é a ideal para o seu caso:

05

Os colchões de espuma costumam ser bem estáveis e os melhores modelos podem dura até 05 anos, o que é a metade do tempo de vida útil comparado aos bons modelos de colchões de molas, que podem chegar até 10 anos de vida útil.

 Colchões de molas:

Como dito anteriormente, os colchões de mola são mais duráveis que os de espuma, as molas proporcionam maior durabilidade e opções de molejo de acordo com a preferência de cada um.

O sistema de molas mais comum no varejo é o “Bonnell”, que também é o que tem a menor concentração de molas por metro quadrado. Para os que dividem a cama de casal, esse sistema pode gerar incômodos já que a movimentação é sentida pela pessoa que está ao lado (efeito gangorra), isso não chega a ser um problema para os que tem o sono pesado, mas se esse não for o seu caso, com certeza você deverá optar pelo sistema “pocket”, também conhecido como “molas ensacadas”, neste caso, as molas são revestidas individualmente e a movimentação não é sentida pela pessoa ao lado.

06

Espero ter ajudado a vocês a identificarem o modelo que melhor atende as suas necessidades, todos os produtos que ilustraram esse post são da Marabraz, nossa parceira querida que sempre está trazendo informações super bacanas para você deixar a sua casa linda e funcional, naquele precinho camarada.

SELO

Contratar serviços de reformas e reparos sempre traz uma insegurança sobre a qualidade do que é ofertado. Não sei vocês, mas sempre que preciso de um profissional dessa área (Tá, aqui o Leo faz quase tudo), busco indicações com pessoas conhecidas ou corro pro querido google e listas online que divulguem o trabalho de empresas do ramo. Sim, somos reféns dessa ferramente e atire a primeira pedra quem nunca buscou um pedreiro na internet, haha. Geralmente uso o Infosinfo Brasil, um diretório bem bacana com muitas indicações cadastradas e divididas por regiões.

Agora estamos na saga de encontrar uma empresa de dedetização e quase fomos enrolados por uma que apareceu em nosso caminho. Mas fica a pergunta: Com o contato em mãos, como averiguar de fato se estamos contratando uma empresa honesta e um profissional qualificado? Quais medidas de precaução devemos tomar?

casaabril

Vou te contar que aqui na minha pequena lista não tem nenhuma novidade, mas separei algumas dicas pra você ficar atento antes de fechar qualquer contrato de serviço, já que sempre rola (pelo menos comigo) a boa vontade de achar que tudo vai correr as mil maravilhas ou que todo mundo é honesto e bonzinho, rs:

>>> Além de procurar informações com quem já contratou, sempre consulte os sites de reclamação na internet e veja se existe queixas sobre a empresa. Procure também  por depoimentos de quem já comprou no site, e até mesmo reclamações no Procon.

>>> Para evitar surpresas ou até mesmo acréscimos após o início do serviço, sempre solicite um orçamento prévio. É claro que um ou outro imprevisto pode acontecer no meio de uma obra ou mesmo em um projeto de decoração que você contratou, mas é indispensável que no contrato também esteja claro o quanto será acrescido nesses casos.

>>> Fique de olho também no objeto do contrato para que seja redigido exatamente o que está sendo contratado. No nosso caso aconteceu de combinarmos verbalmente a dedetização de todos os cômodos da casa, incluindo área externa (Suite externa, área de serviço e escritório) e quando os maleditos chegaram aqui o valor no contrato era só pra casa em si e nada mais. Bom que esteja claro também os dias e horários que será realizado o serviço, os bonitos chegaram quase as 16h da tarde, ou seja, iríamos dormir no meio do veneno. Me poupe neah?

>>> Falando em dinheiro, os profissionais autônomos “a-do-ram” receber com cheque pré-datado, mas lembre-se que esse tipo de pagamento é uma convenção praticada no mercado. Se por acaso o danado repassar o cheque (ou cheques, o que é pior) ou depositá-lo antes da data ou todos de uma única vez, cade teu Deus? Tem boquinha não gente. Prefira o depósito em conta ou pagamento em boleto ou ainda o cartão de crédito.

>>> E por fim, sempre solicite recibos e notas fiscais. Guarde todos os comprovantes de pagamento por um período de dois anos. Conselho básico diretamente do planeta dos prevenidos.

Vocês tem noção que daqui a pouco mais de um mês já é Natal? Que ano corrido, a sensação é que os meses voaram e não deu tempo nem de cumprir as promessas do réveillon passado.

Como estão os preparativos decorativos ai na sua casa? Já estão pesquisando boas ideias no Pinterest, blogs, revistas? Separei três tutoriais LINDOS para os dispostos de plantão.

1- Tudo bem que existe uma série de bolas de natal de todas as cores e tamanhos no mercado, mas talvez você não encontre as ideais para fazer uma árvore com efeito ombre (Minha inveja dessa árvore chegou ao nível 9.8). O Love Indeed mostra que pode até parecer difícil pintar as suas próprias bolinhas para conseguir esse efeito, mas é tao fácil que dá vontade de fazer pra ontem.

tutorial natal2

2- Sempre rola um bolo ou torta de sobremesa na noite de Natal né? A dica aqui é decorá-lo com pequenos pinheiros feitos com papel. Talvez o passo a passo mais fácil dessa lista e que tem um efeito incrível. Do Oh Happy Day.

tutorial natal1

3- O jogo americano mais linduco de todos os tempos! E sabe o que é legal? Esse passo a passo deixa aberta a possibilidade de fazer jogos nesse estilo pro ano todo, só mudar o desenho. Em uma placa de madeira (Pode ser mdf ou compensado bem fininho), você usa um gabarito impresso, apoia sobre a placa e pinta.

Aqui você pode baixar o pdf e depois usar um estilete de precisão pra cortar os pinheiros, depois é só ficar ligado no post do A Subtle Revelry  e mão na massa.

tutorial natal4

Se alguém fizer qualquer um deles manda pra gente postar aqui no blog? (avoqueria@gmail.com)

Vou tentar colocar as duas últimas em prática também e mostro pra vocês.

Quem acompanha bem de perto os blogs de decoração e também o #ACQMVQ nas redes sociais, já sabe que tá rolando o primeiro CONACADE (Congresso Nacional de Casa e Decoração). Durante toda essa semana muitas palestras super bacanas estão acontecendo com uma galera que AMA e conhece do assunto, tudo online e gratuito.

O nosso bate papo acontecerá no sábado (22/11) as 15h (Quem não está no horário de verão, as 14h – CUIDADO pra não perder). Nosso tema será: Casa e trabalho – Nossa experiência em conciliar Família e Home Office.

conacade

Vamos contar um pouquinho do nosso dia a dia, como conciliamos toda essa loucura que é ter uma loja física e online, um blog, uma oficina, dois filhos pequenos e o nosso casamento, haha. Falaremos dos nossos erros e acertos e das medidas que tomamos nesses últimos meses para que tudo flua da melhor forma.

Gravamos um videozinho pra reforçar o convite e espero que todos os nossos leitores lotem a sala e que mandem as suas perguntas pra gente continuar esse papo em um post aqui no blog tá?

Pra se inscrever, só clicar aqui e ficar bem ligado no sábado. Anotem na agenda, coloquem o despertador do celular, cola post it na geladeira e VEM!

Se eu pudesse não faria outra coisa na vida além de colocar a criatividade pra jogo. Criar, inventar, arrumar um novo jeito, uma nova cara, inventar “moda” é bom demais. E com liberdade pra fazer o que quiser é melhor ainda, quando alguém te diz “Toma aí e transforma do seu jeito e depois mostra pra gente, Ana Medeiros”, ui, manda mais!

Foi bem isso que o pessoal da Politorno Móveis me propôs. Primeiro liberdade total pra escolher o móvel que eu quisesse no site, e depois a carta branca pra transformá-lo. Daí que na segunda resolvi pedi opiniões nas redes sociais do blog e muuuita gente deu o seu pitaco, cada um mais bacana que o outro. Podemos dizer  que essa foi uma transformação colaborativa, hahaha.

Após montagem super fácil da estante (Pra quem não tem muita prática, existe um canal no youtube, o Polimont, que demostra bem didaticamente a montagem de cada móvel da marca) chegou a hora de começarmos a brincadeira.

Vamos ao passo a passo? Quem sabe não te inspira pra fazer o mesmo em um movelzinho que esteja ai encostado precisando de uma repaginada =D

repaginar movel1

Usamos os seguinte materiais:

Tecido corino (Comprei em casa de estofador, mas acho que você encontra em casas maiores de tecidos), tesoura, lápis, tachinhas, cola branca, espelhos (Encomendei na vidraçaria já cortados nas medidas exatas) e tinta spray dourada.

O primeiro passo foi retirar os pés do móvel e deitá-lo para ter mais facilidade na colagem dos espelhos.

repaginar movel2

Passei cola branca atrás de cada um e depois colei no fundo de cada nicho (6 no total).

repaginar movel3

repaginar movel4

Em seguida marquei o tecido nas mesmas medidas das portinhas da estante, também colei com cola branca. Passe a cola na madeira que é mais fácil, já que esse tecido não ajuda muito.

repaginar movel5

repaginar movel7

repaginar movel6

repaginar movel8

As tachinhas super combinam com esse aspecto de couro né? Então marteladas nelas! Esqueci de tirar fotos colocando os novos puxadores, mas também não tem mistério né gente?!

repaginar movel9

repaginar movel10

E por fim o último passo que na verdade deveria ser o primeiro, pra que fique secando enquanto você trabalha fazendo tudo que eu disse antes, rs: Tinta spray dourada nos pés. Mudei de cor pra combinar com as tachinhas e também com o tecido do meu sofá novo (Mostro pra vocês depois).

repaginar movel11

E aqui ele prontinho, já na nossa sala e com todos os borogodós que encontrei dando bobeira nas caixas de mudança.

Não ficou uma graça?

estante 1

estante politorno2 Aqui fotos dos detalhes:

mont

E como faz pra ter um igual? Corre no site da Politorno, procura um representante no seu Estado ou entre em contato com eles (Sei que muitas lojas online também comercializam) e mão na massa! Pra ficar ligado em outras novidades da marca, curte a fanpage que sempre tem também ótimas dicas.

 

Ainda sem nenhum borogodó, quadrinhos, enfeites, tapetes e paranauês. Tudo basicão, porém arrumado com muito orgulho, hahaha.

Toda a minha adoração pelas danadas das prateleiras viu? Salvadoras da pátria! O Leo comprou uma chapa grande de madeira e fez algumas no tamanho que precisávamos pra organizar a cozinha. Os eletros que estavam em cima do balcão foram todos acomodados nelas, que também serviram para colocar os potinhos de mantimentos.

Olha só que beleza de espaço ganhamos:

cozinhadepois1

cozinhadepois2

Os eletros que usamos com mais frequência estão na prateleira inferior e ao alcance das mãos, o que não usamos tanto assim, ficou na prateleira superior. As bombonieres comprei pro aniversário do Vinícius, e ainda estão cheias de doces (estamos doando, rs), que serão substituídos por granola, cereal e outras coisas mais saudáveis, a saúde agradece.

cozinhadepois6

Colocamos o fogão no lugar e o bojão de gás foi pro lado de fora. O meu marido gênio fez um buraquinho na parede e passou a mangueira pra varanda (Eita que frase péssima, kkkk).

cozinhadepois3

Outra medida foi comprar um suporte pro microondas e também tirá-lo de cima do balcão, 0 filtro ganhou uma capinha porque estava uma coisa horrenda com o garrafão aparecendo (Da Maria Paninho, loja aqui de Gravatá City, mas que tem também loja online e vende todos esses tecidinhos pra cozinha, cada um mais lindo que o outro). Nesse móvel também vou organizar uma bandeja bonitinha para guardar café, açúcar, adoçante e o cestinho de pão, cenas do próximo capítulo. As panelas ficaram nas prateleiras do móvel escondidas pela cortininha (Esqueci de tirar uma foto).

cozinhadepois5

cozinhadepois7

E agora o interior dos armários. Tentei separar tudo por categoria: Uma parte para as coisas plásticas, outra para a “dispensa”, outra para coisas de vidros que usamos no dia a dia e por fim uma outra parte para as taças, copos, louças, etc. Não ficou nível Micaela Góes, do Santa Ajuda, mas melhorou um cadim…

cozinhadepois8

cozinhadepois9

cozinhadepois10

cozinhadepois11

Agora segura ai o forninho (Aliás, a foto do Leo segurando o forninho deveria ter vindo pra esse post também), e aguardem as próximas etapas.

Tudo organizado? Agora é hora de decorar!