Em 24.09.2016 - Por Jaci Sales

Decoração em série: That 70′s Show – a cozinha dos Forman

That 70’s Show é uma série americana de comédia que estreou em 1998 e teve 8 temporadas (1998-2006) exibidas, aqui no Brasil, pelo canal Sony. A série conta a história de seis jovens que vivem na cidade fictícia de Point Place durante a década de 1970. Apesar de contar com 8 temporadas, não se passaram 8 anos reais na trama e sim menos da metade. Os episódios se passam em meados de 1976 até 1979 apenas. É possível saber qual ano se passa na placa de carro que é mostrada em todo início e termino do episódio. Isso explica, também, porque os anos se passam e eles não “envelhecem” ou porque temos a impressão que o colegial deles durou uns 6 anos rsrs!

decoração em série post

Na série vemos o dia a dia de um grupo de adolescentes na faixa dos 17 anos de uma cidade pequena dos EUA que estão vivenciando uma época de mudanças em relação a sexo, drogas, feminismo e – por não? – rock’n’roll,  e que tem como ponto de encontro o porão de Eric Forman, um dos personagens principais e centrais. Eric (Topher Grace) é um rapaz franzino que mora com seus pais Red Forman – um ex veterano que lutou contra comunistas e faz questão de trazer isso à tona o tempo todo – e Kitty Forman – uma enfermeira, mãe, esposa, dona de casa e resolvedora de problemas (particularmente minha personagem preferida de todas) -, além da sua irmã Laurie, que não está presente em todas as temporadas e é constantemente zoada por todos – inclusive pela mãe – por seu jeito, digamos, liberal”. Ele passa boa parte da trama namorando com a sua vizinha Donna (Laura Prepon), e o resto do time é formado por seus amigos de infância Steven Hyde (Danny Masterson) e Michael Kelso (Ashton Kutcher), pelo estrangeiro Fez (Wilmer Valderrama )e por Jackie (Mila Kunis ), que é trazida ao grupo por namorar com Kelso  e acaba ficando de vez, começando a namorar com Hyde depois (inclusive, super shipava os dois).

Por se tratar da família central da série, a cozinha dos Forman acaba por se tornar um outro cenário constante, servindo como ambiente comum para, não apenas, as refeições em família, como para encontros com o resto da “gang” e dos vizinhos, além de ser o lugar onde Kitty toma as suas doses de licor de café para poder aguentar o dia (quem viu a série vai entender a piada). Como a série se passa nos anos 70 (e vale lembrar que o início das gravações foi no final dos anos 90), podemos encontrar um ambiente totalmente característico da época e isso é bem legal. Mas o mais legal mesmo, é como certas manias ainda perduram ou como alguns itens voltaram à moda e estamos usando, novamente, na decoração. Duvida? Pois vamos dar aquela velha espiadinha!

decoração em série (2) decoração em série (3)

A gente sabe que americano ama tacar papel de parede em tudo, né? Essa mania chegou, relativamente, há pouco tempo aqui, porém ainda não é comum que usemos assim, numa cozinha inteira, né? Apesar de não abolir a ideia, temos que admitir que esse papel, particularmente, não rolaria nos dias de hoje, mas confesso que amo esse tipo de telefone de parede bem  vintage e adoraria um na minha cozinha na cor vermelha. Aquele bom e velho calendário, que geralmente se ganha de brinde da empresa no fim do ano, atrás da parede é bem comum ainda hoje em dia, pelo menos em casa de interior. O rolinho de papel pra anotar a lista de compras foi substituído, hoje, por quadrinhos magnéticos de anotação ou por bloquinhos de nota com imã na geladeira, porém também gostei bastante desse aí, que parede aquelas bobinas de calculadora ou de máquina de cartão de crédito.

decoração em série (4) decoração em série (5)

Escolher os melhores itens pra deixar à mostra nos armários e prateleiras é uma mania que temos até hoje e ouso dizer que teremos pra sempre pq é lindo, é real e é prático também. Não sei o modelo dessas cadeiras, mas são totalmente atuais, concordam? Assim como essa mesa, que parece aquela mesa Tulipa, sendo que mais grossa.

decoração em série

Um outro detalhe legal e que eu já vi sendo bastante usando pela galerinha do time DIY são as luminárias que ficam acima da bancada. Tratam-se de nada mais, nada menos que… raladores! Lindos raladores de legumes/queijos na cor cobre ou, pra ser mais atual ainda: rose gold, né não?!

decoração em série (6) decoração em série

Agora repare bem direitinho se aquilo ali atrás não é uma planta pendurada verticalmente com macramê que, por acaso, está super em alta hoje em dia? Também curto a ideia da banca + ilha delimitando um espaço e a mesa com estante fazendo outro, além dessa porta corrediça de vidro que dá pra garagem, mas tem uma “varandinha” logo em frente.

decoração em série (7) decoração em série (1)

Não gosto da cor da geladeira, mas, mais uma vez, a gente vê personagens sendo gente como a gente e colocando recadinhos, cartões postais e fotos colados na porta com ímãs e panos de pratos e/ou aventais pendurados, como qualquer pessoa ~normal~ faz. Nas fotos também dá pra notar que os jogos de panelas, pratos e copos da Kitty também seguem a cartela de cores da cozinha: verde e laranja.

E aí, o que você salvaria dessa cozinha pra usar nos dias de hoje? O que você manteria igual e o que você daria uma mudada? Sugestão de alguma série pra gente analisar a decor? Deixem aí nos comentários. Beijos e até a próxima!


Em 23.09.2016 - Por Ana Medeiros

Antes e depois: Uma mesinha com rodinhas transformada em uma mesinha tendência.

Vamos falar de uma mesinha marota que andava jogada num cantinho esquecido no vale dos esnobados? Vamos.

Ela fazia parte de um antiiiigo quarto dos meninos, em outra casa que morei logo quando Bê nasceu. Ficou sendo apoio de ventilador por alguns meses e agora ganhou um novo visual. Acompanha comigo esse dia de transformação no Xuxa Park (Entendedores entenderão).

São muitas imagens, segura a bacurinha e vamos nessa…

Pera. Só uma observação: Você consegue fazer essa mesma mesinha até com um nicho desses de parede, encontrado em qualquer loja de decoração. Despausa.

passo a passo 1 pés de ferro

Pra começo de história adeus rodinhas, foi bom enquanto durou.

passo a passo 2 pés de ferro

Depois dei uma lixada pra uniformizar a madeira e tirar a cara (O meu pensamento inicial era pintá-la também).

passo a passo 3 pés de ferro

Daí foi só marcar marromenu as medidas para fazer os furinhos. Mudança de planos, resolvi não pintar mais.

passo a passo 4 pés de ferro

Broca pra madeira e simbora. Dá uma olhada nesse post aqui, mirmã!

passo a passo 5 pés de ferro

Furinhos feitos, resolvi passar um elástico. Lembram daquele móvel de quinta que postamos aqui? Inspiração total nele. Vejam que os furinhos não ficaram tão perfeeeitos assim nesse tipo de madeira, mas posso te garantir que o efeito final foi bom!

passo a passo 7 pés de ferro

Passa fio pra lá e pra cá e nozinho no final, apenas isso, beleza?

passo a passo 8 pés de ferro

Agora a parte que eu estava mais ansiosa pra fazer: colocar os famosos hairpin legs! Os meus são da DaVó, por motivos óbvios, rs. Já tinha gamado demais neles desde que a onda começou a se espalhar pelos blogs do mundo todo, e quando pensei na lojinha, imediatamente pensei em mandar fazer alguns pra mim e pra vocês, rs.

Aproveita que ainda tenho alguns kits e eles estão com 20% de desconto lá na lojinha, só até segunda. 

passo a passo 9 pes de ferro

passo a passo 10 pés de ferro

passo a passo 12 pés de ferro

Aqui a mesinha pronta e a felicidade de quem acredita que pode tudo.

mesinha com pés de ferro2

Alguns dias depois…

Ela toda prosa no seu cantinho temporário lá na casa da minha irmã…Nem parece a mesma da primeira foto, não é mesmo?

pés de ferro 10

Agora só reforçando: Corre lá na Davó pra aproveitar a promoção. Os kits vem com 4 pezinhos, apesar de eu só ter usado 3 nesse tutorial. Ainda temos pezinhos de outros modelos, também na cor branca e em tamanhos menores. Ah, e os pés palito continuam firmes, fortes e também disponíveis lá na lojinha.

 


Em 22.09.2016 - Por Ana Medeiros

A saga de encontrar uma nova casa pra morar

Procurar uma nova casa pra morar não á tarefa das mais fáceis, viu? Ainda estou nessa vida de aluguel, mas fico aqui pensando que a saga deve ser ainda mais trabalhosa quando se quer comprar. Nos últimos 30 dias tenho visitado tantos lugares, já perdi a conta de quantas casas foram vistas, de quantos corretores já entrei em contato, de quanta vezes já fiquei sem dormir pensando em todas as possibilidades, decorando cômodos na minha mente, pensando em toda logística dos meus dias morando em cada lugar. A blogueira tá quase surtando.

procurando casa

Tenho tentado conciliar algumas pontos que são importantes, ainda que seja difícil encontrar o combo todo:

-Espaço para as crianças

-Segurança e tranquilidade do local

-Casa com 3 quartos e que seja bem iluminada

-Bom estado de conservação

-Preço (óbvio).

Tenho vistos algumas mais distantes do centro da cidade, Gravatá tem áreas mais calmas em bairros onde existem muitas casas de veraneio e condomínio, e esse tem sido o meu foco: Mais tranquilidade e qualidade de vida, ainda que eu tenha que pagar o preço da gasolina.

Falando em preço, preciso te dizer também que com essa crise os valores baixaram MUITO, também não é pra menos, tá todo mundo no fundo do poço, né mores? Bom para os inquilinos como eu, e  acreditem, estou saindo da minha casa pequenininha TAMBÉM pra tentar baixar os meus custos, isso será papo pra um outro post. Mas voltando…casas que antes eu já tinha visto por mais de dois mil golpinhos, hoje estão pela metade do preço, tenho me surpreendido de verdade.

casas para alugar

Esse não é mesmo um post para te dar dicas antes de alugar um imóvel, é somente um diário contando a minha experiência, mas tenho aprendido algumas coisas importantes que merecem também serem compartilhadas aqui:

-Nunca corra pra primeira, segunda ou terceira opção. Sempre aparece uma melhor do que a casa que parecia ser a dos seus sonhos. E vou te dizer que ter paciência e não se jogar de cabeça no mar de ansiedade que mora dentro da gente (sou dessas), é bem complicado. A gente sempre fica co medo de perder a oportunidade.

-Corretores não tem coração. Tá, mentira. Vou te contar que se nada der certo com os meus planos para os próximos meses, penso até em virar uma, hahaha. Muito massa passar o dia na casa duzoutros. Mas eles realmente vão te pressionar, tentar te convencer, te ligar insistindo pra fechar logo o contrato, mas também são as melhores pessoas, todos que tive contato foram e estão sendo muito queridos (mesmo que não entendam que eu não queira a casa maravilhosa, perfeita e ideal, somente  por causa de um piso verde escuro).

-Parte elétrica e hidráulica devem ser MUITO bem observadas. Pergunte mesmo, peça pra verificar ou leve alguém mais experiente no assunto. aqui no caso ainda temos problemas com abastecimento de água, então tenho ficado atenta ainda nos reservatórios.

-Converse com a vizinhança SEMPRE. Se eu te disse que ontem passei a tarde inteira falando com meus possíveis novos vizinhos? Pois é. Conversei com o caseiro, o porteiro, com a mulher da casa ao lado, com o proprietário de uma chácara próxima. Pedi informações sobre assaltos, invasão de casas, possíveis abordagens no período da noite, etc.

Estou mesmo me munindo de todas as informações possíveis, e diria que tenho até sentido um orgulho danado disso, já que sou impulsiva e ansiosa em quase tudo que resolvo fazer e dessa vez tenho conseguido muito segurar a onda.

procurando casa1

Se finalmente cheguei a uma decisão? Quase! Hahahaha. Ainda aguardando as negociações e olhar as últimas opções, mas uma coisa é certa: Com essa mudança teremos um abalo do bem nesse blog, vou dividir todas as etapas com vocês e novas ideias de decoração virão né? Mais um ciclo que se inicia.

PS: Estabeleça também um prazo para essa decisão ou o lenga lenga será eterno. O meu vai até domingo, depois vou andar de olhos vendados pelas ruas, até que mudança seja totalmente concretizada, risos.


Página 1 de 44012345... 440Próximo

Conheça nossos produtos