• banner_908x335
Em 04.05.2017 - Por Ana Medeiros

Móvel de quinta: Um balanço que virou criado-mudo

A gente olha as coisas naquele inferninho tentador chamado Pinterest (Olha aqui quantas inspirações, segue o nosso perfil por lá!) e fica querendo fazer igual em casa, né? Eu já tinha visto muitas referências de balanços fazendo parte da decoração de muitas casas maravilhosas pelo mundo, e cismei que também queria um pra minha sala. Acabou não rolando porque descobri que meu “teto” é de gesso, não aguentaria peso nem as nossas brincadeiras.

O plano B foi então usá-lo como criado-mudo, dando um toque autêntico e descontraído na decoração do meu quarto. Obviamente que não rola colocar uma moringa cheia, mas acomoda perfeitamente livros, óculos, celular, caneta, agenda…

Agora aperta o play aí pra conferir a mamain aqui toda marceneira:

A gente quer sempre te encorajar a colocar a mão na massa, mas caso não role por falta de uma tico-tico, por exemplo, não é difícil achar um balanço parecido em algum home center da sua cidade, ou um marceneiro pelo bairro, né verdade?

como fazer um balanço como fazer um balanço2

 


Em 25.04.2017 - Por Ana Medeiros

Ilustração personalizada para presentear a sua mãe

Fui presenteada com uma ilustração da Clau Souza Ilustração • Illustration e não poderia ser mais significativo tudo isso. Sei lá, eu tomei como homenagem 

Conheci a Clau desde daquela época do puxadinho véi de guerra lá da outra casa, quando ela me enviou uma coleção linda de pôsteres. Desde então continuei acompanhando o trabalho dessa ilustradora que tanto passei a admirar, não só por seu talento e sensibilidade, mas porque somos almas gêmeas amantes das cores, lokonas das paletas, obsessivas maníacas das misturebas. Eu faço isso meio que me jogando, ela obviamente estudando tons e harmonizando conceitos e técnicas.

Claudjénha está a frente do estúdio, lojinha e cursos criativos da Borogodó (Borogodó é umas das palavras mais gostosas de se pronunciar, né não?) e recentemente começou também a produzir retratos personalizados. Como o nosso amor é extremamente recíproco, o que foi que ela fez? “Ei Ana, aceita uma ilustração sua e dos pioios?”. Maimenino, tas perguntando se santo quer reza?

Vai virar um quadrão aqui na minha sala, grandão meixmo, quando ele ficar prontinho venho mostrar procês.

ilustra_ana_b (1)

Daí que ela deu uma ideia de colocarmos uma frase na minha ilustração, e pensando na minha maternidade solo e em algumas palavras que definissem esse momento, lembrei do título do livro da Cris Lisbôa, o “Duas pessoas são muitas coisas” e tomei a liberdade de falar que somos muitas coisas também, nós três.

No desenho, euzinha já com meu corte de cabelo novo, com a casinha que faz parte da logo do blog representando toda a minha paixão por decoração, e escrito na camisa “This future is female”, Bê com seu boneco preferido, o Hulk, e sua típica carinha de sapeca, e Vinico com o controle do vídeo game que ele tanto ama. Mais personalizado, divertido e fofo impossível!!! 
rafe_ana Participei de todo o processo de criação e foi muito gostoso trocar uns emails com minha ídola. E como a gente num é besta nem nada, o que foi que o bocão aqui pediu? Uma mãozinha para os leitores que quiserem uma ilustra também!! É só escolher o seu e digitar o código “AVOQUERIA10″ pra garantir 10% de desconto. Uma ÓTIMA opção para o presente de dias das mães (Eu posso garantir que ela vai amar, pq como mãe, eu simplesmente quero levar pra vida toda esse presente).

Acompanhe Clau Souza e a Lojinha Borogodó também no BehanceFacebook e Instagram!

 


Em 20.04.2017 - Por Ana Medeiros

Por que escolhi Gravatá para morar?

Já morei nas principais metrópoles do país e naturalmente muita gente me pergunta sobre “os porquês” de ter escolhido morar em Gravatá nos últimos cinco anos (E não ter planos concretos pra mudar nem tão cedo). Pra quem não conhece, a cidade fica a 80km de Recife e tem um clima muito agradável, que atrai turistas e moradores da capital para passeios ou como uma alternativa para morar e viver uma vida mais tranquila.

viver em gravatá1

Primeiro preciso contar que a minha relação com a cidade é coisa de “gerações”: Meu avô comprou uma casa para passear com a família nas férias (meu pai e tios ainda eram crianças) e também como uma forma de investimento. A casa passou muitos anos fechada até que um dia meu pai resolveu morar em Gravatá por causa de algumas oportunidades de trabalho, e nos mudamos de Olinda pra cá quando eu tinha uns 9 anos de idade. Após uns dois anos voltamos para Olinda e após 4 anos moramos mais uma vez aqui. Aos 16 anos voltei pra morar em Recife e Gravatá virou a cidade que eu vinha pra visitar meu pai e rever meus amigos. Morei em São Paulo, depois mudei pro Rio e quando engravidei um desejo imenso de voltar pra Pernambuco tomou conta de mim, então escolhi voltar pra cá, um lugar que eu já tinha algumas referências, uma história e pessoas conhecidas, além de todas as outras vantagens de morar numa cidade de interior que não é qualquer cidade do interior, rs.

viver em gravatá3 vuver em gravata5

A proximidade da capital é massa, a tranquilidade que ainda encontro na cidade, a ausência de problemas como transito, a relação de confiança que vamos estabelecendo com as pessoas da cidade, o menor custo de vida, além do clima, que já citei no começo, e que de fato faz toda diferença quando chega o finzinho da tarde…São tantos os fatores que me trouxeram aqui fora toda essa ligação que já tenho desde pequena com Gravatá, que daria pra fazer vários posts longos sobre o assunto.

viver em gravatá5

viver em gravatá6

Mas pera, posts longos não, mas vamos ter uma série de vídeos sim!!! Fui convidada pelo Ville Champagne pra mostrar Gravatá sobre o meu ponto de vista, pessoinha Olindense que saiu lá do Rio de Janeiro e veio parar por essas bandas. Vai ser muito massa apresentar o lugar que vivo pra vocês, quem sabe não arrumo um monte de vizinhos né? Hahaha. Também darei algumas dicas sobre decoração para casas no campo, mostrando também tudo que é produzido aqui na cidade dentro desse universo decorativo que tanto amamos.

AGRESTE CONS_AEREA LAZER_ALTA

E como já quero todo mundo se mudando pra cá, preciso falar um pouquinho do Ville Champagne. O empreendimento comercializa lotes a partir de  770m² e tem o projeto de uma área de lazer in-crí-vel, com direito não só a playground, academia, piscina e salão de jogos, mas também a um redário e uma winehouse, entre outras coisitas.

ville champagne

Próxima semana já venho mostrar um pouco da cidade e as vantagens de ter um refúgio por essas bandas. Sábado estarei lá no Ville Champagne e contarei mais detalhes do projeto nas redes sociais do blog, mas acompanhem aí também os canais do Ville que também teremos mais novidades, combinado?

Conheça mais: Condomínio Ville Champagne

Instagram – Facebook 

BR232 – Km89 Gravatá PE

 


Página 4 de 4671 ...12345678... 467Próximo
PageRank

Conheça nossos produtos